terça-feira, 28 de julho de 2020

O Grande Deserto - James Ellroy

Tramas paralelas, 3 protagonistas e um batalhão de coadjuvantes: a fórmula James Ellroy é bem conhecida de seus leitores. Só não pense que isso torna os livros iguais...não não, cada um deles tem personalidade própria, assinatura. O Grande Deserto é dos melhores, uma assombrosa caça a um serial killer na América macarthista de 1950.

Hard-boiled de arrepiar, como já é tradição os protagonistas de Ellroy são policiais obcecados à beira do colapso: Meeks trabalhando pra máfia, Considine num complicado divórcio e o mais impressionante de todos, Danny Upshaw, detetive brilhante que toma como questão de honra a captura de um serial killer praticamente ignorado pelo Comando da Polícia e pela mídia.

A escrita, você sabe, um bombardeio de frases de impacto, paulada atrás de paulada. 110% politicamente incorreto e de humor louco, insano. Ellroy monta um painel investigativo tão complexo e detalhista que não da pra ler sem atenção. Ele arrisca e acerta praticamente todos os alvos, mesmo que o leitor tenha que engolir uma ou duas coincidências pra trama encaixar redonda.

É violento, absurdo, infame, é pra te tirar da zona de conforto, atualíssimo nestes tempos de esquerda x direita. Um escritor do tipo que não vai mais surgir na era do cancelamento. Então leia o quanto antes.

4,5 estrelas