terça-feira, 11 de agosto de 2015

PlayStation 4 - Jogos que Terminei 2



Tomb Raider (2013)
O título não me empolgava mais, achava que o tempo havia atropelado a franquia, que era coisa pra nerd babão. Tanto que nem quis jogar no Xbox 360. Isso, é claro, até eu botar as mãos nesse jogo...imagine minha surpresa: mesmo sabendo dos reviews positivos, não estava preparado para uma obra-prima da ação/aventura. O jogo é impecável, tecnicamente incrível e nunca deixa de ser divertido.  Nota 10.

The Order 1886
A produção não deve ter sido barata, havia ambição, vontade de fazer algo marcante. Infelizmente, não deu certo, o resultado saiu abaixo do esperado. O maior problema todo mundo já comentou: tem pouquíssimo gameplay. Some isso ao fato do jogo já ser naturalmente curto e o resultado fica desesperador. Ok, ele tem qualidades: gráficos realmente da nova/atual geração, direção de arte impecável, tentativa de escrever uma história original (mistura de Távola Redonda com Lobisomem). Acontece que tirando as cut scenes e quick time events, sobra apenas um tiro em terceira pessoa bem simplesinho (apesar de sólido), amparado por uma história mais curiosa que divertida. Muito pouco para um exclusivo produzido pelo Santa Monica Studio. Nota 7 pelo esforço.

Metal Gear Solid V Ground Zeroes
Dois erros graves aqui: jamais a Konami deveria ter colocado o “V” no título, uma decisão burra até do ponto de vista financeiro, já que vai confundir o mercado quando o verdadeiro for lançado; não deveria ter comercializado esta demo de 2 horas de duração (isso se você for devagar, “apreciando os detalhes”), deveria sim, vende-la a 10 dólares ou o mais certo, oferecer gratuitamente aos assinantes da Plus e da Live. Sim, é do Hideo Kojima, e sim, são duas horas divertidas: mais ou menos como uma fase de um game normal passada em um cenário aberto (no caso, uma base militar). Muito pouco, muito insatisfatório. Se for pra apostar, acredito que o Kojima foi forçado a fazer isso em razão dos altos custos do verdadeiro “V”. Nota 5, isso porque sou grande fã do diretor. Nota 8,5 se fosse uma demo gratuita.

Alien Isolation
É um excelente jogo stealth e de suspense. Agora, não é pra todo mundo: enquanto que muitos jogos da atualidade te pegam pela mão e te levam em segurança até o final, aqui você vai sentir calafrio a cada passo, morrer um monte de vezes e acertar muita coisa na base de tentativa e erro (fatal, é claro). É simplesmente um jogo difícil, de trincar os dentes. Se você entrar no clima, comprar a idéia, não vai descansar até chegar o fim. Tecnicamente falando é ok, mas tem falhas e rodaria fácil na antiga geração. Ainda assim, pelo conjunto da obra, nota 9.

Call of Duty Advanced Warfare
Tentaram algo novo, futurista e com mais recursos que o anterior (Ghosts), no entanto, mais do que nunca a franquia mostrou sinais de cansaço. A queda nas vendas sempre astronômicas acusou o golpe. Particularmente, o que mais me desagrada é que parece ser um jogo para iniciantes ou até mesmo crianças, já que é MUITO FÁCIL, INCRIVELMENTE FÁCIL (falo de single player). Quando digo fácil não se trata de uma questão de aumentar a dificuldade (o que apenas faria você morrer com menos tiros), mas sim de você não precisar pensar, do jogo mostrar e decidir tudo por você, é o famoso "só morre se quiser". Continua um bom fps, mas pouco pra franquia de tiro número 1 e que mudou a indústria. A Activision tem que repensar imediatamente essa situação. Nota 7.